Reunião debate fluxos de atendimento nas Casas da Mulher Brasileira e Cearense
08/07/2024

Representantes do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), da Secretaria do Trabalho (SET), da Secretaria de Mulheres (SEM) e de equipamentos de proteção às mulheres no Ceará estiveram reunidos na última terça-feira (2), na sede do IDT/SET.

O encontro teve como objetivo estabelecer fluxos de atendimento às mulheres acompanhadas pela Casa da Mulher Brasileira, em Fortaleza, e pelas Casas da Mulher Cearense em Sobral, Quixadá e Juazeiro do Norte.

"Estamos focados nessa conexão para fortalecer o atendimento às mulheres em situação de vulnerabilidade nas ações de intermediação para o mercado, compreendendo que a autonomia financeira por meio do trabalho é um grande passo para quebrar os ciclos de violência e garantir novas oportunidades para essas pessoas", observa Simone Holanda, assessora da presidência do IDT.

Além da assessora, participaram da reunião: Rubens Rodrigues, diretor de Promoção do Trabalho e Empreendedorismo; Aníbal Souza, coordenador do Trabalho e Renda (SET); Juliana Lima, coordenadora de Autonomia Econômica (SEM); Daniele Cordeiro, coordenadora do setor de Autonomia Econômica da CMB; Carol Lacerda, técnica administrativa da CMB, e Ana Cristina Araújo, supervisora administrativa de Autonomia Econômica da CMB.

 

Parceria para inserção no mercado de trabalho

Em abril de 2023, os órgãos assinaram um Termo de Cooperação Técnica para garantir o atendimento e inserção desse público. Mulheres em situação de violência doméstica e familiar passaram a ter prioridade nas vagas intermediadas pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine). Dessa forma, o Ceará partiu na frente e foi o primeiro estado a cumprir a Lei 14.542, sancionada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.